Conhecimento e uso das plantas da caatinga por agricultores locais moradores de uma comunidade rural do município de Pesqueira estado de Pernambuco

Ailza Maria Lima Nascimento, Elba Maria Nogueira Ferraz Ramos, José Severino Bento da Silva

Resumo


A caatinga é um bioma exclusivo do Brasil e apesar de sua deficiência hídrica possui uma vegetação capaz de oferecer diversos bens primários e serviços ambientais para as comunidades inseridas neste ecossistema. A pesquisa objetivou conhecer a riqueza de espécies vegetais existentes na comunidade rural do Sítio Marimbas – Pesqueira/PE a partir do conhecimento dos moradores, assim como identificar os diferentes usos das plantas. O trabalho foi conduzido por meio de entrevistas semiestruturadas e listas livres. A maioria das plantas citadas são nativas reforçando a necessidade de atenção quanto sua exploração e conservação. Foram mencionadas 117 espécies, pertencentes a 48 famílias, sendo 71 nativas e 38 exóticas. As famílias mais representativas em relação a riqueza foram Euphorbiaceae (9), Caesalpiniaceae (9), Anacardiaceae (7) e Cactaceae (6). Obteve-se 671 citações de usos para as 117 espécies mencionadas, distribuídas em sete categorias: alimento, combustível, construção, medicinal, ração animal, sombra e tecnologia. A categoria medicinal obteve maior número de citações (42%), seguida por alimento (30%), construção (26%), ração animal (24%), combustível (17%), tecnologia (16%) e sombra (12%). Observa-se que os moradores possuem elevado conhecimento sobre as plantas, assim como dependem das mesmas para desenvolver suas atividades de subsistência.


Palavras-chave


semiárido, etnobotânica, manejo e conservação da caatinga

Texto completo:

PDF

Referências


ALBUQUERQUE, U. P.; MEDEIROS, P. M. What is Evolutionary Ethnobiology. Ethnobiology and Conservation. ISSN 2238-4782, 2013.

ALBUQUERQUE, U. P.; LUCENA, R. F. P.; CUNHA, L. V. F. Métodos e Técnicas na Pesquisa Etnobiológica e Etnoecológica. Volume 1. Recife-PE: Nupeea, 2010.

ALBUQUERQUE, U. P.; ANDRADE, L. H. C. Recursos Vegetais da Caatinga: O Caso do Agreste de Pernambuco (Nordeste do Brasil). Interciência, ISSN 0378-1844, 2002.

CONDEPE-FIDEM. Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco. Pernambuco em Mapas, 2013.

CPRH. Agência Estadual do Meio Ambiente. Bacias Hidrográficas de Pernambuco, 2011.

FERRAZ, J. S. F.; ALBUQUERQUE, U. P.; MEUNIER, I. M. J. Valor de uso e estrutura da vegetação lenhosa às margens do riacho do Navio, Floresta, PE, Brasil. Acta bot. bras. 20(1): 125-134. 2006

FLORENTINO, A. T. N; ARAÚJO, E. L e ALBUQUERQUE, U. P. Contribuição de quintais agroflorestais na conservação de plantas da Caatinga, Município de Caruaru, PE, Brasil. Acta bot. bras. 21(1): 37-47. 2007.

GARIGLIO, M. A.; SAMPAIO, E. V. S. B.; CESTARO, L. A.; KAGEYAMA, P. Y. Uso sustentável e conservação dos recursos florestais da caatinga. Brasília: Serviço Florestal Brasileiro: il.color, 2010. 368p.

GUARIM, N; SANTANA, S.R. & SILVA, J.V.B. 2000. Notas etnobotânicas de espécies de Sapindadeae Jussieu. Acta Botanica Brasilica 14(3): 327-334.

LIMA, M. J. A. Ecologia Humana: Realidade e Pesquisa. Petrópolis: Vozes, 1984.

LINS NETO, E. M. F.; PETRONI, N. e ALBUQUERQUE, U. P. Traditional Knowledge and Management of Umbu (Spondias tuberosa, Anacardiaceae): An Endemic Species from the Semi–Arid Region of Northeastern Brazil. Economic Botany, 64 (1), 2010, pp. 11 – 21.

LUCENA, C. M; COSTA, G. G. S; CARVALHO, T. K. N; GUERRA, N. M; QUIRINO, Z. G. M; LUCENA, R. F. P. Uso e conhecimento de cactáceas no município de São Mamede (Paraíba, Nordeste do Brasil). ISSN 1983-4209, 2012.

MACHADO, P. A. Introdução a Ecologia Humana. São Paulo: CORTEZ, 1984.

MAIA, G. N. Caatinga: árvores e arbustos e suas utilidades. 1. ed. - São Paulo: D&Z Computação Gráfica e Editora, 2004.

MARQUES, M. S; LACERDA, V. D; GIRALDI, M; ULYSSÉA, M. A; ASSIS, A. L. A. A; PERONI, N; HANAZAKI, N. Valorização do conhecimento etnobotânico dos moradores do sertão do ribeirão, Florianópolis/SC – Brasil. Revista Eletrônica de Extensão, ISSN 1807-0221: Florianópolis, Ano 7, n. 9, p. 47-58, 2010.

MINISTÉRIO DO MEIO AMBIENTE (MMA). Instrução Normativa Nº 06, de 23 de Setembro de 2008. Ministério de Meio Ambiente.

RESOLUÇÃO Nº 466, DE 12 DE DEZEMBRO DE 2012.

ZAPPI, D. [Et al]. Plano de Ação Nacional para a Conservação das Cactáceas / organizadores: Suelma Ribeiro Silva. – Brasília : Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, Icmbio, 2011. 112 p. : il. color. ; 21 cm. (Série Espécies Ameaçadas, 24).

VELLOSO, A. L.; SAMPAIO, E. V. S. B.; PARENY, F. G. C. Ecorregiões – propostas para o bioma Caatinga. Recife: Associação Plantas do Nordeste;Instituto de Conservação Ambiental The Nature Conservancy do Brasil, 2002.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


-------------------------------------------------------------------------------

Revista de Ciência, Tecnologia e Humanidades do IFPE (CIENTEC)
revistas.ifpe.edu.br
e-ISSN 1984-9710
ISSN 1984-7300

 

Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco
Av. Prof Luiz Freire, 500 Cidade Universitária - Recife/PE - CEP: 50740-540
http://reitoria.ifpe.edu.br/

 

Fone: +55 81 21251691
cientec@reitoria.ifpe.edu.br